quinta-feira, 30 de outubro de 2014

DITADURA EM ARACAJU

Nos dias 1 e  2 de Setembro do corrente ano, os agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias do município de Aracaju paralisaram suas atividades laborais, a intenção foi forçar a abertura de diálogo no sentido do pagamento do piso nacional da nossa categoria, depois de fecharmos as portas da secretaria de saúde por todo um dia, enfim conseguimos um acordo.

Naquele momento a gestão municipal dava sinais que inauguraria uma nova era nessa administração, a era do diálogo com o trabalhador, a era da valorização do servidor, MAS INFELIZMENTE AS VELHAS PRÁTICAS VOLTARAM A TONA, E DESSA MAIS UMA VEZ O TRABALHADOR SAIU PREJUDICADO, ESTAMOS SENDO CASTIGADOS POR SIMPLESMENTE EXERCERMOS O NOSSO DIREITO, TIVEMOS NOSSO PONTO CORTADO SIMPLESMENTE PORQUE NÃO COMPACTUAMOS COM O CERCEAMENTO DE DIREITOS.

O SACEMA JÁ ESTÁ SE MOBILIZANDO PARA BUSCARMOS A SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA, NA TERÇA-FEIRA TEREMOS ASSEMBLEIA PARA JUNTOS DISCUTIRMOS O MELHOR CAMINHO PARA RESOLVER O NOSSO PROBLEMA, E SE A PREFEITURA NÃO NOS DEVOLVER O QUE É NOSSO POR DIREITO, NÃO EXITAREMOS EM PARALISAR AS NOSSAS ATIVIDADES, USAREMOS DAS NOSSAS ARMAS, JÁ QUE ELES QUEREM USAR AS DELES.

ASSEMBLEIA TERÇA-FEIRA ÀS 14 HORAS COM LOCAL AINDA A SER DEFINIDO

PAUTA:
1 - INFORMES
2 - CORTE DO PONTO
3 - PARALISAÇÃO

JUNTOS SOMOS FORTES

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

MAIS UMA VEZ ESCLARECENDO

MAIS UMA VEZ ESCLARECENDO

1 - FOI DITO SIM NA ASSEMBLEIA QUE ESSA GRATIFICAÇÃO SERIA CORTADA, TANTO FOI DITO, QUE PASSAMOS XEROX DA SIMULAÇÃO PARA OS PRESENTES E NESSA SIMULAÇÃO JÁ NÃO HAVIA A PRESENÇA DESSA GRATIFICAÇÃO, OU SEJA, NINGUÉM FOI ENGANADO, NINGUÉM FOI LUDIBRIADO.

2 - É IMPORTANTE LEMBRAR AINDA QUE ESSA GRATIFICAÇÃO NÃO EXISTIA ATÉ JUNHO, ELA FOI CRIADA COM O INTUITO "TAPAR BURACO" E PASSAR A IDEIA QUE ESTAVA SE PAGANDO O PISO, ASSIM SENDO, COM O ACORDO PARA O PAGAMENTO DO PISO ELA FOI RETIRADA DO CONTRACHEQUE.

3 - COMPANHEIRO Renato Junior, A QUEM MUITO RESPEITO POR MANTER SEMPRE UMA LINHA COERÊNCIA, VEJA BEM, O AUMENTO DA LETRA "A" APARENTA SER MENOR, DE FATO, PORÉM VOCÊ PRECISA FAZER A ANÁLISE CORRETA, VOCÊ ERROU NA FORMA DE LER O SEU CONTRACHEQUE COMPANHEIRO, PARA TE EXPLICAR MELHOR VOU CITAR NOSSA LEGISLAÇÃO MUNICIPAL, A LEGISLAÇÃO MUNICIPAL GARANTE QUE NENHUM SERVIDOR, PODERÁ PERCEBER VENCIMENTOS INFERIOR AO VALOR DO SALÁRIO MÍNIMO DA PREFEITURA, QUE HOJE É DE 749 REAIS, E COMO VOCÊ PODE VER COMPANHEIRO, SEU VENCIMENTO ERA DE 689,27, OU SEJA, SEU VENCIMENTO ERA MENOR QUE O MÍNIMO DA PREFEITURA, POR CONTA DISSO, VOCÊ RECEBIA UM COMPLEMENTO SALARIAL NO VALOR DE R$59,96, ISSO NÃO ERA UMA GRATIFICAÇÃO, ERA SIMPLESMENTE UM COMPLEMENTO PARA QUE VOCÊ NÃO RECEBESSE ABAIXO DO MÍNIMO, AI ENTRA AGORA O CÁLCULO DA DIFERENÇA ENTRE O VENCIMENTO ANTERIOR E O PISO, O CÁLCULO É FEITO EM CIMA 1014 MENOS 689,27, QUE DÁ  R$324,72, QUE A METADE É R$162,36, ENTÃO COMPANHEIRO SUA SENSAÇÃO DE PERDA SE DÁ POR CONTA DO FATO DE A LETRA "A" SER ALTAMENTE DEFASADA.

4 - VOU CITAR AGORA O EXEMPLO DA LETRA "C", QUE O VENCIMENTO BASE ERA R$775,33, O CÁLCULO SERÁ FEITO EM CIMA DO PISO DE 1140 REAIS, QUE É O PISO DA LETRA "C", A DIFERENÇA É DE R$365,28, QUE A METADE DÁ R$182,64, COM A RETIRADA DA GRATIFICAÇÃO DE 10%, O GANHO REAL FOI DE R$113,71, PARA O MOMENTO, MAS É IMPORTANTE LEMBRAR, QUE ESTÁ GARANTIDO EM LEI, O PAGAMENTO DO RETROATIVO, E DO PISO DE FORMA INTEGRAL A PARTIR DE FEVEREIRO, PORTANTO HÁ SE SIM UM GRANDE GANHO, LEMBRANDO AINDA QUE ESSE ACORDO FOI FECHADO DEPOIS DA METADE DO ANO, MESMO SEM PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA.

5 - OS VALORES SAÍRAM ERRADOS NA SIMULAÇÃO, PORQUE A SECRETARIA NOS PASSOU OS NÚMEROS EQUIVOCADOS, NO CASO DA LETRA "A" O VALOR ERA MENOR QUE O QUE FOI DITO, JÁ NO CASO DAS LETRAS "B" E "C", O VALOR ERA SUPERIOR AO DIVULGADO.

6 - COM O NOVO SALÁRIO NÃO FAZEMOS MAIS JUS AO BENEFÍCIO DO SALÁRIO FAMÍLIA, POIS O TETO É DE R$1025,00.

OBS: UTILIZO CAIXA-ALTA PELO FATO DO DESTAQUE, E NÃO POR GAFE OU DESRESPEITO AO LEITOR, É TÃO SOMENTE UMA ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO.

JUNTOS SOMOS FORTES!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

PISO - ACORDO X AÇÃO JUDICIAL

A conquista do piso salarial nacional, foi uma conquista fruto de muita batalha e muita negociação, foram 10 anos de muita luta e muitas idas e vindas.

Aqui em Aracaju estamos no embate coma  gestão municipal desde dezembro do ano passado, 2013, esse ano já realizamos greve por duas vezes, no entanto nenhum ponto de pauta tinha sido avançado, nada havia sido conquistado, a prefeitura se recusava a negociar e a pagar o piso que é nosso.

Diante de um cenário onde não enxergávamos nenhum avanço nas negociações, decidimos partir para um ato extremo, acorrentamos as portas da secretaria de saúde, que por um dia não funcionou, onde também pela primeira vez no ano tivemos ampla divulgação dos veículos de imprensa, o que fez nosso ato repercutir em todo o estado e consequentemente provocando respostas do pode executivo municipal.

Logo após o ato fomos convidados pelo secretário de saúde para um reunião para buscar sanar os problemas da categoria, e na segunda reunião conseguimos formular um acordo que foi documentado e assinado pelo gestor, o acordo garantia o pagamento do piso, garantindo ainda o pagamento  do retroativo, com efeito a partir de julho.

O sindicalismo busca sempre a melhor forma de garantir o direito do trabalhador, seja via negociação, seja por intermédio de uma ação judicial, mas sempre avaliando qual o melhor caminho para a conjuntura de momento, pois bem, já havíamos decidido que entraríamos com uma ação judicial contra a prefeitura exigindo o pagamento do piso, pois naquele momento a negociação era inexistente, ou seja na ausência de negociação busca-se a esfera judicial, mas tínhamos a consciência que esse processo levaria no mínimo 6 meses como acontece com a insalubridade, ou seja, a decisão só sairia lá para janeiro.

Mas diante da nossa mobilização conseguimos abrir o canal de negociação e conseguimos garantir o pagamento do piso, começando a ser pago de forma parcelada esse mês, e a partir de fevereiro receberemos de forma integral garantindo as gratificações, o que foi um avanço.

Mas todo esse esforço pode estar ameaçado, existe uma pessoa  circulando nas unidades, inclusive com advogado, dizendo que vai entrar na justiça contra o sindicato para anular a decisão da assembleia, INCLUSIVE JÁ OUVIMOS CONVERSAS NOS CORREDORES DA SECRETARIA DE SAÚDE QUE O SECRETÁRIO JÁ TERIA DITO QUE SE ESSA AÇÃO SE CONCRETIZAR ELE IRÁ SUSPENDER O ACORDO E ESPERAR A AÇÃO, POIS SERIA MAIS COMODO PARA A GESTÃO MUNICIPAL, POIS A AÇÃO, COMO JÁ FOI DITO, LEVA NO MÍNIMO 6 MESES PARA SER JULGADA, PORTANTO, TOMEM CUIDADO, POIS ESSA PESSOA NÃO PARTICIPOU NEM DO ATO QUE TRANCOU A SECRETARIA DE SAÚDE, NEM DA ASSEMBLEIA QUE APROVOU O ACORDO, E AGORA SE ACHA NO DIREITO DE DESFAZER TUDO AQUILO QUE FOI FEITO POR QUEM LUTOU, FIQUEM ATENTOS!

JUNTOS SOMOS FORTES!

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

NEGOCIAÇÃO DO PISO SALARIAL

ESCLARECENDO
PRIMEIRO QUERO AQUI RESSALTAR A IMPORTÂNCIA DE NAS ASSEMBLEIAS APRENDERMOS A OUVIR O QUE SE DISCUTE, PRECISAMOS PARAR DE CONVERSAR E PRESTAR MAIS ATENÇÃO NAS COISAS QUE FALAMOS.

ENTÃO VAMOS AO QUE INTERESSA, O PISO, NA MANHÃ DE HOJE, 04/09, ESTIVEMOS NA SECRETARIA DA FAZENDA PARA OUVIRMOS A PROPOSTA DO SECRETARIO DA FAZENDA E DA SAÚDE, LUCIANO PAZ, AO DARMOS INÍCIO AO DIALOGO TIVEMOS UMA SURPRESA, A PROPOSTA INICIAL DO SECRETARIO ERA EXCLUIR AS GRATIFICAÇÕES PARA ASSIM CHEGAR AO VALOR DE 1014 REAIS, O QUE É ALTAMENTE PREJUDICIAL A NOSSA CATEGORIA, NÓS DA DIRETORIA REJEITAMOS IMEDIATAMENTE, POIS TEMOS O ENTENDIMENTO QUE ESSAS CONQUISTAS NÃO PODEM E NÃO SERÃO LANÇADAS AO VENTO, ENTÃO O SECRETARIO FEZ A SEGUNDA PROPOSTA, O "PARCELAMENTO", QUE SERIA FEITO DA SEGUINTE FORMA:
A PARTIR DESSE MÊS, SETEMBRO, COMEÇARIAMOS A RECEBER O VALOR REFERENTE A 50% DA DIFERENÇA ENTRE O SALARIO ATUAL E O PISO SALARIAL, COMO EXPLICA A TABELA A BAIXO:
LETRA A --> HOJE O VENCIMENTO É DE 749 REAIS, O PISO PREVÊ PARA A LETRA INICIAL O VALOR DE 1014 REAIS, O QUE DÁ UM DIFERENÇA DE 265 REAIS, PELO ACORDO ESSE MÊS SERÁ PAGO 50% DESSE VALOR, OU SEJA, 132,50 REAIS SERÃO ACRESCIDOS AO SALÁRIO BASE, CHEGANDO AO VALOR DE 881,50 REAIS.
LETRA B --> HOJE O VENCIMENTO É DE 749 REAIS, O PISO PREVÊ PARA A LETRA B O VALOR DE 1054 REAIS, O QUE DÁ UM DIFERENÇA DE 305 REAIS, PELO ACORDO ESSE MÊS SERÁ PAGO 50% DESSE VALOR, OU SEJA, 152,66 REAIS SERÃO ACRESCIDOS AO SALÁRIO BASE, CHEGANDO AO VALOR DE 901,89 REAIS.
LETRA C --> HOJE O VENCIMENTO É DE 775 REAIS, O PISO PREVÊ PARA A LETRA B O VALOR DE 1096 REAIS, O QUE DÁ UM DIFERENÇA DE 321 REAIS, PELO ACORDO ESSE MÊS SERÁ PAGO 50% DESSE VALOR, OU SEJA, 160,87 REAIS SERÃO ACRESCIDOS AO SALÁRIO BASE, CHEGANDO AO VALOR DE 933,87 REAIS.
ESSES VALORES SERÃO PAGOS ATÉ FEVEREIRO DE 2015, QUANDO O PISO COMEÇARÁ A SER PAGOD E FORMA INTEGRAL, LEMBRANDO QUE NENHUMA GRATIFICAÇÃO SERÁ CORTADA, E EM FEVEREIRO E MARÇO SERÁ PAGO O RETROATIVO REFERENTE A TODO ESSE PERIODO, INCLUINDO JULHO E AGOSTO, OS VALORES VOCÊS PODEM ACOMPANHAR NA TABELA A SEGUIR:
LETRA A --> R$ 1.191,49
LETRA B --> R$ 1.373,96
LETRA C --> R$ 1.447,83
ESSES SÃO OS VALORES DOS RETROATIVOS DE CADA LETRA, LEMBRANDO QUE ESSES VALORES SERÃO PAGOS EM 2 PARCELAS, FEVEREIRO E MARÇO.

ESSA PROPOSTA FOI APROVADA PELA CATEGORIA EM ASSEMBLEIA.
DURANTE A ASSEMBLEIA FALAMOS AINDA A CERCA DOS OUTROS PLEITOS, DURANTE A REUNIÃO COM O SECRETARIO A QUANTAS ANDAM CADA PROCESSO DEFLAGRADO NO SENTIDO DE RESOLVER A NOSSA SITUAÇÃO.
ITEM 1 - CONDIÇÕES DE TRABALHO:
NOS FOI INFORMADO QUE O PROCESSO LICITATÓRIO JÁ FOI DEFLAGRADO, DEPENDENDO TÃO SOMENTE DOS TRÂMITES BUROCRÁTICOS PARA QUE TODOS OS MATERIAIS SEJAM ENTREGUES.
ITEM 2 - FARDAMENTO:
A INFORMAÇÃO QUE FOI PASSADO É A MESMA QUE TINHAMOS CONHECIMENTO ATRAVÉS DO DIÁRIO OFICIAL, QUE O EDITAL JÁ FOI LANÇADO PARA CONVOCAR EMPRESAS PARA QUE POSSA CONFECCIONAR OS UNIFORMES, SÃO NECESSÁRIAS 3 EMPRESAS, NO ENTANTO, ATÉ O PRESENTE MOMENTO SÓ UMA EMPRESA SE CADASTROU, PRECISANDO ASSIM DE MAIS 2 PARA QUE O REPASSE DO RECURSO SEJA FEITO.
ITEM 3 - CONCURSO PÚBLICO:
O SECRETÁRIO INFORMOU QUE ESTUDOS ESTÃO SENDO FEITOS NO SENTIDO DE IDENTIFICAR QUANTOS AGENTES DE FATO ARACAJU PRECISA.
NÓS DA DIRETORIA AVALIAMOS QUE O ACORDO FOI SIM BOM PARA A CATEGORIA, UMA VEZ QUE TODAS AS NEGOCIAÇÕES QUE FORAM FEITAS ESSE ANO COM OUTRAS CATEGORIAS PARA VALORIZAR VENCIMENTO BASE, GRATIFICAÇÕES FORAM CORTADAS, E NO NOSSO CASO CONSEGUIMOS MANTER A MAIORIA, PERDENDO APENAS A GRATIFICAÇÃO DE 10%, QUE FOI CRIADA TÃO SOMENTE PARA "TAPAR BURACO", CRIANDO PARA A SOCIEDADE A ILUSÃO DE QUE SE ESTAVA PAGANDO O PISO, ENTÃO PRECISAMOS CONTINUAR MOBILIZADOS E PREPARADOS, É IMPORTANTE LEMBRAR QUE OS ACORDOS NÃO FOREM CUMPRIDOS PARTIREMOS PARA GREVE.
JUNTOS SOMOS FORTES!

terça-feira, 2 de setembro de 2014

MOBILIZAÇÃO NA SECRETARIA DE SAÚDE 01-08-2014

Em uma batalha contra gestão é sempre importante termos a população e a mídia ao nosso lado,  é importante realizar atos impactantes.

Vinhamos planejando o ato de ontem a muito tempo, queríamos um ato que chamasse a atenção de todos e de tudo, estudamos várias estratégias, vimos a viabilidade de cada uma, analisamos os "pros" e os "contras" de cada ação e em uma reunião fechada de diretoria decidimos pelo ato de lacrar a secretaria de saúde o município de Aracaju, montamos ainda uma estratégia para esse fim, fomos para a assembleia e dissemos que fecharíamos a Avenida Desembargador Maynard, o intuito foi de não vazarmos informações para gestão, e dessa forma o ato se consolidou com sucesso, chegamos às 5 horas na frente da secretaria, com um grupo de 17 pessoas realizamos o trancamento dos portões de acesso a secretaria.

Depois de estarmos com os portões fechados chegaram os guardas municipais, e a palavra de ordem era nos tirar a todo custo da frente da secretaria e quebrar as trancas, inclusive usaram de força, nos empurraram e disseram que iriam passar por nós de qualquer jeito, de qualquer forma, e em seguida que nós eramos CRIMINOSOS.

O ato teve ampla cobertura por parte da imprensa, foram equipes de rádio, TV, mídia impressa, portais de internet entre outros, todos viram de perto e propagaram a nossa luta, mostraram a nossa realidade para a população sergipana.

Passamos todo o dia de ontem na frente da secretaria, não houve expediente no prédio, almoçamos na frente do órgão, e encerramos o ato convocando a todos para  a assembleia de hoje a tarde na praça camerino a partir das 14 horas.

Na manhã de hoje durante um debate com o nosso presidente Vinicius Ribeiro, em um programa de rádio, o secretario convidou a diretoria para uma reunião as 9:30 na sede da SEC. de Fazenda.

JUNTOS SOMOS FORTES!

VISITANTES